Vultuosos corpos de mulher / Fotoperformance.

Dois corpos femininos se entrelaçam e posam evocando ares de uma imagem escultórica. Os corpos que parecem refletir um ao outro são simultaneamente lugar de semelhança e diversidade. Nyandra desestabiliza padrões corporais existentes na sociedade através de sua fotoperformance onde belo é o corpo da mulher e sua singularidade. Neste trabalho, a pele se apresenta como exterioridade do corpo, lugar de troca entre as duas corpas e o olhar do observador. Ao mesmo tempo, a pele se mostra como camada de textura da imagem, através de um grande volume, de curvas e caminhos que são parte dos corpos femininos ali presentes.

Texto da Curadora Mery Horta.


Audiodescrição do trabalho


Nyandra Fernandes é Licencianda em dança pela UFRJ. Fez a direção e produção do curta metragem “Fragmentos” exibido no Festival de Cinema Gay do Rio de Janeiro 2017. Em 2016 foi residente e intérprete do projeto “Batucada” do coreógrafo Marcelo Evelin. Monitora da performance The Quiet Volume do artista britânico Ant Hampton 2017. Em 2018 participou da residência artística da instalação Breathe de Helen Cole (UK), que deu origem a exposição “Corpo de Som”. Atua como intérprete criadora da Cia Suave com direção de Alice Ripoll, e desde 2014 tem circula por diversas regiões do país, como no projeto Palco Giratório SESC 2019, e também por países da Europa como Bélgica, França, Holanda, Alemanha, Itália, Portugal, Suíça e Noruega.